Seguro Desemprego 2020: Novas Regras, Valor ATUALIZADO!

O Seguro Desemprego 2020, é um benefício para trabalhadores que estejam inativos no mercado. Mas já neste próximo ano, o Seguro Desemprego 2020 sofrerá algumas alterações em suas regras e valores. Se quiser ficar bem informado sobre essas alterações, leia o artigo abaixo!

Seguro Desemprego 2020

Seguro Desemprego 2020

Como funciona o Seguro Desemprego?

O Seguro Desemprego 2020, é um benefício trabalhista, criado para auxiliar o trabalhador e garantir sua renda temporária, caso saia de seu emprego por determinado tempo.

Assim, o Seguro Desemprego é um dos mais importantes direitos trabalhistas já conquistados pela classe trabalhadora.

A Lei N 7.998 de 11 de Janeiro de 1990, dá a garantia ao trabalhador brasileiro, de que em casos específicos de dispensa de seus postos de trabalho, sem uma causa considerada justa.

✓ Veja como se cadastrar no Seguro Desemprego web 2020

Este trabalhador terá o direito assegurado por lei, de receber uma quantia em dinheiro por determinado número de meses, ou até conseguir um novo emprego dentro do prazo estimado.

As leis do seguro desemprego, mudaram bastante desde sua criação em 1990, e ainda vão mudar mais um pouco para o ano de 2020.

Então se você quer saber das mudanças, entender e tirar qualquer dúvida que possa ter sobre o Seguro Desemprego 2020, continue lendo este post!


Novas regras do Seguro Desemprego 2020

Para as novas regras do Seguro Desemprego, o que mais foi afetado nas mudanças, foi o tempo de serviço necessário para poder ter direito ao seguro desemprego. 

veja abaixo as alterações de tempo de trabalho de antes e de agora:

Antes:

  • Primeira solicitação do seguro desemprego: o trabalhador deveria ter trabalhado durante 6 meses para ter acesso ao direito trabalhista;
  • Segunda solicitação do seguro desemprego: o trabalhador deveria também ter trabalhado por pelo menos 6 meses para poder ter acesso ao seu direito.

Novas regras do seguro desemprego 2020:

  • Primeira solicitação do seguro desemprego: o trabalhador deve ter no mínimo, 12 meses de trabalho sem interrupções nos últimos 18 meses;
  • Segunda solicitação do seguro desemprego: O trabalhador, precisa ter trabalhado durante 9 meses nos últimos 11 meses;
  • Terceira solicitação do seguro desemprego: o trabalhador precisa ter trabalhado durante 6 meses nos últimos 11 meses.

A partir da terceira vez em diante o prazo de trabalho cai para 6 meses, porém, a partir da terceira vez, passa a ser necessário que o trabalhador prove os seus recebimentos dos meses em que trabalhou.


Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2020?

Seguindo as novas regras do Seguro Desemprego para o ano de 2020, as pessoas que terão o direito a receber o seguro desemprego são:

  • Trabalhadores que foram demitidos sem justa causa;
  • Pescador profissional em meio ao período de defeso;
  • Trabalhadores rurais precisam de 15 meses de carteira assinada nos últimos 2 anos para solicitar o benefício;
  • Não estar recebendo nenhum benefício previdenciário de prestação continuada;
  • Ter exercido atividade remunerado para pessoa jurídica por, pelo menos, 6 meses, com carteira assinada;
  • Não possuir nenhuma renda que seja capaz de o sustentar e a sua família;
  • Caso já tenha recebido o benefício anteriormente, é necessário no mínimo 16 meses de intervalo entre cada solicitação;
  • Caso tenha recebido algum benefício, ele só poderá ser solicitado se este benefício for auxílio doença ou pensão por morte;

Atenção: Lembrando, que para aqueles trabalhadores que foram demitidos por justa causa, porém, ainda possuem sociedade com a empresa, assim recebendo parte dos lucros mesmo após demissão, esta pessoa não terá o direito do seguro desemprego.

Após a quarta solicitação, é necessário comprovar o recebimento de pelo menos 6 meses de salário antes da demissão.


Parcelas do seguro desemprego 2020

Como muitos sabem, diferente dos outros benefícios trabalhistas, o seguro desemprego não é depositado de uma única vez na conta do trabalhador.

Ele é dividido em parcelas do Seguro Desemprego das quais foram alteradas recentemente:

Com as novas mudanças para 2020, o número de parcelas do seguro desemprego também mudou, agora dependendo da situação do trabalhador, este, poderá receber algo em torno de 3 até 5 parcelas do seu seguro desemprego.

  • ATÉ 4 PARCELAS: trabalhador, poderá dar entrada no seguro desemprego e receberá as 4 parcelas; caso tenha trabalhado por 18 meses;
  • ATÉ 5 PARCELAS: o trabalhador deve ter pelo menos 24 meses de trabalho com carteira assinada no seu último emprego, para ter direito a 5 parcelas;
  • ATÉ 3 PARCELAS: o trabalhador, deverá ter trabalhado, entre 6 e 11 meses de carteira assinada. Porém, este tipo de parcelamento, só é permitido para aqueles que já estão dando entrada pela terceira vez no seguro desemprego.


Consultar saldo pela internet

Caso você ou alguém que conheça venha a sofrer uma demissão por causa não justificada, e quer saber o que deverá fazer para conseguir acessar e consultar o Seguro Desemprego.

saiba que agora você não precisa mais ir em um correspondente bancário para abrir um processo, tudo agora pode ser resolvido pela internet, 100% online.

Veja abaixo um passa a passo de como você poderá consultar e agendar uma consulta para ter o seu seguro desemprego garantido:

  • Para consultar se possui o direito, basta ir no site da Caixa Federal, ou clicar aqui.

  • Forneça os seus dados que são requeridos para entrar, como o NIS e “senha internet”;
  • Clique em “não sou um robô”
  • Finalize clicando em “ok”, se todas as informações estiverem corretas, você conseguirá ver a consulta online do seu seguro desemprego 2020.

Agendamento Seguro Desemprego 2020

Caso prefira realizar o agendamento Seguro Desemprego 2020, veja os passos a seguir:

  • Acesse o SAA MTE (sistema atendimento agendamento), ou clique aqui.

  • Digite os seus dados que serão requisitados;
  • Escolha qual o seu tipo de atendimento, no nosso caso “seguro desemprego”;
  • Escolha onde quer que deseja realizar o agendamento do Seguro Desemprego;

  • Escolha uma data e horário;

Complete o cadastro fornecendo os seguintes dados que serão pedidos.

  • CPF;
  • Data de Nascimento;
  • Telefone para contato;
  • Código de segurança;
  • Clique em “Agendar”.

Finalize imprimindo o comprovante!

  • Finalize imprimindo o seu comprovante de atendimento;
  • Compareça ao local que você escolheu no dia e horário marcados com os documentos necessários que incluem carteira de trabalho e termo de rescisão.

Caso deseje consultar pelo celular, também é possível pelo aplicativo da caixa. Veja abaixo:

SEGURO DESEMPREGO 2020

  • Acesse a loja de aplicativos do seu celular (como: Apple Store ou Play Store);
  • Procure pelo aplicativo da Caixa;
  • Baixe o aplicativo oficial da Caixa Econômica Federal;
  • Ao instalar o aplicativo, insira o número do NIS;
  • Confira as orientações do aplicativo e verifique o saldo do seu benefício.

Documentos necessário para solicitar o Seguro Desemprego 2020

Para dar entrada ao Seguro Desemprego 2020, é necessário que o trabalhador tenha em mão os seguintes documentos:

  • Cartão PASEP/PIS – Extrato atualizado ou próprio cartão cidadão do contribuinte;
  • CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • Rescisão de Contrato de Trabalho;
  • Documento de Identificação original com foto – RG;
  • 6 Contracheques anteriores a demissão;
  • Comprovante de Residência;
  • Comprovante de Escolaridade;
  • Extratos dos depósitos do FGTS.

Não tem um dos documentos necessários Seguro Desemprego 2020? Veja como obtê-los clicando AQUI!


Valor do Seguro Desemprego 2020

O valor do Seguro Desemprego 2020, não é fixo pois pode mudar de pessoa para pessoa, pois ele é feito em cima de um cálculo. O que torna uma média de recebimento, difícil de ser prevista.

Por tanto, se você quer saber quanto terá a sua disponibilidade de dinheiro no seu Seguro Desemprego 2020 siga as instruções que serão colocadas abaixo.

Lembrando que o que determina o valor Seguro Desemprego em qualquer situação em que se tenha o direito do seu recebimento, é o valor recebido mensalmente no seu salário, pois será a partir do seu salário dos últimos 3 meses, que o cálculo será feito.

Veja abaixo as instruções e faça você mesmo de forma rápida e simples o cálculo:

  • Salário mensal de até R$ 1480,25 reais:

Para pessoas recebem até esse valor mensalmente, deve-se multiplicar o seu salário por 80%.

EX: digamos que você recebe R$ 1400,00 reais mensais, você irá multiplicar 1400 X 0.8 e verá o resultado 1.120, que será o quanto você terá de direito para receber no seu seguro desemprego.

  • De R$ 1480,26 reais mensais até R$ 2.467,33 reais mensais:

Para esta faixa de salários, para calcular o quanto você irá receber de seguro desemprego, deve-se somar R$ 1.160,18 mais a 0.5 do que passar de R$ 1480,26 do seu último salário recebido.

  • Acima de R$ 2.467,33 reais mensais:

Já para todo e qualquer salário que ultrapassar a quantia de R$ 2.467,33 reais mensais, não haverá cálculo algum, pois o valor a ser recebido pelo beneficiário, será o mesmo independente do cargo ou valor do seu último pagamento enquanto estava trabalhando.

Este valor, será de R$ 1677,74 reais, invariavelmente de quanto recebia anteriormente, desde que o valor tenha sido superior a R$ 2.467,33 reais mensais.


Cálculo e tabela Seguro Desemprego 2020

Para você entender como funciona o depósito do valor das parcelas do Seguro Desemprego 2020, é preciso ter em mente uma série de fatores.

  • O valor dos 3 últimos salários do trabalhador;
  • A quantidade de meses trabalhados antes do requerimento do benefício;
  • Se o trabalhador teve ou não acesso ao seguro nos últimos 36 meses.

O cálculo do Seguro Desemprego é feito da seguinte maneira:

  • Para um salário de até R$ 1.450,23, multiplica-se o salário médio por 0,80 (80%);
  • De R$ 1.450,24 a R$ 2.417,29, o que passar de R$ 1.450,23 multiplica-se por 0,50 (50%) e soma-se o valor de R$ 1.160,18;
  • Quem ganha mais que R$ 2.417,29 vai receber parcelas de R$ 1.643,72.

Valor do seguro desemprego 2020 para quem recebe salário mínimo

Caso você trabalhe em um emprego e receba salário mínimo, as regras acima de cálculos não lhe afetarão. Por lei, uma pessoa não pode receber um valor menor do que o piso salarial atual.

Por tanto, para uma pessoa que trabalha recebendo um salário mínimo mensal,  continuará a receber o mesmo valor durante todo o tempo que estiver recebendo o benefício, caso ele seja aprovado.

SEGURO DESEMPREGO 2020


Como receber o Seguro Desemprego 2020?

Caso você já tenha dado entrada e sido beneficiado com o seguro desemprego, agora só basta recebe-lo.

Lembrando, que para receber, são necessários documentos como:

  • Cartão cidadão;
  • Documento oficial com foto.

Veja abaixo locais onde o beneficiário pode receber seu seguro desemprego 2020:

  • Casas Lotéricas: Tenha em mãos o cartão cidadão e um documento oficial com foto (identidade, carteira de motorista, passaporte);
  • Postos de atendimento Caixa Aqui;
  • Caixa eletrônico da Caixa, com o Cartão Cidadão;
  • Agências centrais da Caixa Econômica Federal.

Dúvidas sobre o Seguro Desemprego?

Você ainda precisa esclarecer alguma dúvida sobre as regras do Seguro Desemprego?

Deixe um comentário ou se preferir, ligue para o atendimento Caixa pelo número:

Ligue para  → 0800 726 0101

Avalie este artigo

Avaliação média: 5
Total de Votos: 26

Seguro Desemprego 2020: Novas Regras, Valor ATUALIZADO!